VOCÊ PODE GOSTAR

Please reload

PROCURE POR TAGS

Como escolhemos a data e local do casamento

04.05.2017

Alô, tem alguma noiva por aí?

 

Hoje faço 8 meses de casada e acho uma excelente ocasião para inaugurar a seção de casamento desse blog. :)

Minha ideia não é me aprofundar muito sobre este tema, até porque existem excelentes blogs de especialistas neste assunto, mas sim dar dicas que acho bacanas e não muito usuais em outros sites, baseadas na minha experiência de “noiva”. Fiz uma lista com diversos assuntos que vou contar pra vocês, mas como acho legal seguir uma sequência lógica, vamos iniciar pela a escolha da data e local.

 

Antes de começar a contar é importante contextualizar para vocês sobre a personalidade do casal – fato de extrema importância a ser considerado na hora de fechar seu casamento!

 

O noivo faz o estilo low profile, não é festeiro (você NUNCA vai vê-lo na pista de dança de festa alguma), prefere o dia do que a noite, dorme cedo e acorda MUITO cedo (você só vai encontra-lo fora da cama depois das 2h da manhã se houver um apocalipse) e por ele não teríamos festa e sim um almoço só com a família. Já a noiva sempre foi super animada, adora dormir tarde e acordar para o almoço (fato que obviamente nunca mais aconteceu nos últimos 8 meses... rs), curtia uma balada com as amigas quando era solteira e fazia questão de uma festa animada para comemorar esse dia tão feliz.

 

Diante dessa breve descrição, vocês já devem ter percebido que eu teria um bom desafio pela frente para convencer o noivo a gastar um dinheirão para fazer uma festa madrugada a dentro, né?

 

Eu já tinha o buffet Villa Bisutti em mente, porque duas grandes amigas já tinham se casado lá e eu já tinha feito um evento de trabalho lá também, então eu sabia que o serviço me agradava, e que eles entregam uma festa de qualidade e bom gosto com preço justo.  [ps: farei um post exclusivo sobre nossa experiência com eles, que realmente foi surpreendente]

 

Marquei uma reunião para pedir um orçamento e logo vi que existia uma ótima possibilidade para resolver meu problema: fazer um casamento no domingo a tarde!

 

Com essa opção todo mundo ficaria feliz, pois:

- Seria um casamento que começava às 16h e acabaria no máximo às 24h (ponto pro noivo)
- Mesmo assim, eu teria 8 horas de festança e animação com os amigos (ponto pra noiva)
- Por ser um dia muito menos concorrido (todos querem o badalado sábado), o preço cai CONSIDERAVELMENTE (ponto pro casal) \o/

 

Depois de reuniões, degustações e negociações, fechamos uma festa pequena, em um dos espaços deles que é super fofo para mini-weddings, o 011 eventos, para um lindo domingo de setembro!!!!

 

Bom, com a data fechada chegou a hora de decidir o que seria da cerimônia. Nós chegamos a pensar em fazer tudo no local (cerimônia + festa), mas depois que você fecha o casamento e ganha oficialmente o status de noiva, parece que um bicho te pica e você começa a querer tudo que tem direito... hahahaha... E nessa vibe “bridezila” (mentira gente, eu fui a noiva mais sussa do planeta, minhas madrinhas e meu marido podem confirmar) eu decidi que queria fazer tudo que tinha direito e casar na igreja de véu, grinalda e marcha nupcial!

 

Foi aí que chegou o desafio #2: achar uma igreja que eu gostasse e que fizesse casamento aos domingos, já que a imensa maioria não faz. [ps2: farei outro post exclusivo sobre dicas de igrejas, salões e fornecedores para contratar aos domingos]

 

Como sou uma pessoa de muita sorte, descobri uma igreja que eu gostava mas não ía há muitos anos, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo do Socorro, que além de eu achar linda é perto de casa e do Buffet. Liguei lá para saber mais informações e minha data estava livre (mais um benefício de se casar no domingo que é zero concorrido). Depois de ir lá assistir um casamento (fato bizarro que você nunca imagina que fará até ficar noiva: assistir de bicão a cerimonia de pessoas que você nunca viu na vida e ficar emocionada) amei e fechei! 

Resumindo...

Se você, assim como eu, tem vontade de fazer algo legal mas não tem um sonho específico de casar em tal lugar, na Igreja X ou na data Y, tenha em mente essas dicas:

 

> Leve em consideração o perfil dos dois para fechar o tipo e local do casamento. Isso vai fazer com que nenhum dos dois fique contrariado e consequentemente sejam mais participativos na organização (to falando no plural, mas obvio que to falando do noivo... rsrs)

 

> Considere fugir do sábado a noite que é o dia mais concorrido e consequentemente mais caro. Seus amigos de verdade e sua família irão ao seu casamento mesmo se for na segunda feira a noite ;)

 

> Para quem mora em São Paulo e quer um excelente custo benefício vale a pena conhecer o Villa Bisutti. Eles têm várias casas espalhadas pela Vila Olímpia (acho que quase 10), todas lindas e de tamanhos diferentes que comportam casamentos de vários tipos. Além disso, o super diferencial é que você tem muita coisa inclusa no contrato, como Buffet, decoração e DJ, o que facilita MUITO na organização (Farei um post exclusivo sobre isso depois).

 

Villa Bisuttiwww.villabisutti.com.br

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo do Socorro - www.paroquiaperpetuosocorro.net

 

É isso aí meninas, até o próximo post o/

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle